Notícias

O que é periodização tática e como devemos treinar?

O que é periodização tática e como devemos treinar?

Respeita e determina o principio de indivisibilidade do jogo, globalizando em cada exercício ou pratica do treinamento nas 04 dimensões que formam o jogo de futebol (Tática, Técnica, Física e psicológica) assim como seus quatro momentos (ofensivo, defensivo e transições ataque-defesa e defesa–ataque), sendo seus princípios e sub princípios do jogo os únicos que se desintegram, assumindo-se o Modelo de jogo como aspecto preferencial de todo o processo.

Ela dá base para um entendimento do todo na forma de se racionalizar o treinamento da equipe, porém não se devem excluir as formas de treinamentos individualizados por apenas formas coletivas, a que se ter em conta que a dimensão técnica tem vários momentos dentro da partida de futebol.

É um jogo coletivo e de enfrentamento a um adversário, onde nos dias atuais este oponente pressiona individual e coletivamente a nossa equipe.

Mas um aspecto que o Binômio – homem-bola (S. Orlandeli) tem é seu momento único e individualizado no aspecto técnico e cognitivo (tomada de decisão e inteligência de jogo), se não há um preparo técnico correto e muitas vezes especifico individual do Binômio, não há como criar o jogo em equipe, um atleta preparado e treinado só em jogos reduzidos perde em grande parte os sentidos de planos e profundidade, fazendo com que perca precisão técnica em passes longos, domínios em distintos planos ou fintas (inteligência sem bola).

Notamos isto mais perfeitamente na execução dos fundamentos técnicos de  cabeceio e passes longos onde os jogos reduzidos e algumas formas de periodização do treinamento não permitem a expressão da ação técnica, devida sua limitação estrutural (dimensão do campo) e funcional (proposito do exercício condicionado a sua dinâmica), haja visto que alguns exercícios específicos para aprimoramento da técnica individual, ou mesmo para desenvolvimento setorial e inter setorial, necessitam da descontextualização do jogo, claro, respeitando sempre o desenvolvimento do jogar que se propõe. Desta forma, a utilização da metodologia analítica para algumas situações, se fazem importantes, principalmente se considerarmos alguns déficits na formação técnica de atletas (atletas que necessitam aprimorar fundamentos técnicos, como por exemplo, de sua perna não dominante). Entretanto, é obrigação do treinador, conhecer os pormenores de cada metodologia de ensino-aprendizagem, sempre respeitando a dinâmica dos sistemas dinâmicos, lançando mão da fragmentação do jogo para aprimoramento de recursos técnicos, para que este lhe sirva para resolução dos problemas do jogo.  Assim, não acreditamos em treinamentos tecnicistas, que nada traduzem a resolução dos problemas do jogo, porém, acreditamos sim que determinados momentos se fazem necessários dedicar trabalhos complementares (utilizando da metodologia de ensino analítica) para aprimoramento de recursos técnicos que melhorariam a dinâmica do jogo que se quer e se busca.

Também trabalhos específicos para o setor. (ataque, meio e defesa) são provocados os setores a trabalhar com todas as suas valências, porem organizadamente.

O jogo pelo jogo sem que seja desenvolvido conceito ao modelo que se busca, sem dúvidas será melhor que as metodologias de ensino-aprendizagem tecnicistas, contudo, ainda recorrerá ao erro de limitar as ações individuais e coletivas da equipe. Agora, o jogo pautado em conceitos bem definidos é uma das melhores maneiras de desenvolver o comportamento e modelo de jogo, porem se fazendo necessário treinar e desenvolver todos os aspectos inerentes ao rendimento, individualmente, setorial, inter setorial, por grupo e coletivamente.

Sempre fizemos isso no futebol Brasileiro só que de uma forma empírica e desorganizada, sem fundamentação. Hoje podemos desenvolver os métodos da nossa Escola Brasileira de Futebol com a aprendizagem da organização dos conhecimentos, vindos do futebol europeu e, incrementar os nossos conceitos.

Prof. Nogueira Jr.
Prof. Juninho Brilhante (participação e revisão)

 

Share this: